Não tenho ambições nem desejos.
ser poeta não é uma ambição minha.
É a minha maneira de estar sózinho.
...

Ou quando uma nuvem passa a mão por cima da luz
E corre um silêncio pela erva fora.
...
Porque quem ama nunca sabe o que ama
Nem sabe porque ama, nem sabe o que é amar...
...

Da minha aldeia vejo quanto da terra se pode ver do Universo...
Por isso a minha aldeia é tão grande como outra terra qualquer,
Porque eu sou do tamanho do que vejo
E não do tamanho da minha altura...
...

Poema:Fernando Pessoa
Photo by Sofia Carvalho

15 comentários:

  1. FABULOSA...!

    PARABÉNS.

    ResponderEliminar
  2. Olá amiga!

    Quanta fotografia linda... estou tolinho de todo a olhar para estas expressões fantásticas!

    Desculpa amiga, estive ausente algum tempo, (férias minha linda)e também muito trabalho, mas enfim... estamos cá!

    Estou bem sim, podes ficar descansada, alguns posts podem parecer um pouco mais tristes, mas isso não significa necessáriamente que o esteja. Mas pode acontecer!:))

    Então fotografa muito e um bom fim de semana, tá?

    Beijinho

    Walter

    ResponderEliminar
  3. enfim, movimento... Maravilha... Beijo, Sophie!

    ResponderEliminar
  4. Sofia que grande foto! Nem sei mais que dizer...parabéns!
    J. Cerqueira

    ResponderEliminar
  5. Mais um fantástico momento retratado por ti, acompanhado por um belo poema de Fernando Pessoa muito bem escolhido, bom fds, bjs. :)

    ResponderEliminar
  6. O poema é belo, já o sabemos, mas a fotografia é maravilhosa!
    beijo

    ResponderEliminar
  7. Uma foto belísssima e um poeta brilhante cuja alma alcançou o mundo e a eternidade através dos seus poemas. Obrigada, Sofia.

    Carinhoso beijo.

    ResponderEliminar
  8. Olá querida
    Poema de Fernando Pessoa, Todos são belos, mas este está muito bem representado pela linda foto.
    Com muito carinho BJS.

    ResponderEliminar
  9. Encantador, totalemente encantador.

    Saludos y un abrazo enorme.

    ResponderEliminar
  10. Grande foto Sophie!
    Julio Capa

    ResponderEliminar
  11. Sofia!!!
    Espectacular!, A foto está magnifica não via-a uma foto destas há muito tempo. Digna de capa de revista.
    O poema escolhido de Fernando Pessoa é lindíssimo.
    Um beijo grande e parabéns pelo post, 10 ESTRELAS

    ResponderEliminar
  12. Gosto...
    É Fp portanto não poderia deixar de gostar
    Agradeço que tenhas partilhado...
    Soube-me bem...
    É bom saber bem...
    Continuo por aqui
    Força =)
    e amei a foto claro...como sempre

    ResponderEliminar
  13. Continuas no teu mundo da fotografia fazes bem, a ginha está muito expressiva e quase me imagino a ver esse concerto, uma vez já a conhecer a actuar. Quanto à menina na janela, engraçado faz-me lembrar um poema de pessoa quando ele fala da chuva etc.. estou ene cansada,não me lembro bem, mas adoro esse poema... quanto ao meu cabelo faz-me mais menina, mas pronto quando a cabeça não tem juizo os meus neurónios é que pagam, tu estás a deixar crescer fazes bem sempre te disse para experimentares mais comprido... temos que mudar, um grande beijo e parabéns por essa foto da menina à janela, tanto com chuva, como sem chuva.
    Desta amiga Augusta

    ResponderEliminar